A ASSURN (Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte) promoveu na tarde desta quinta-feira (26) um webinar para falar sobre procedimentos de segurança dentro das lojas. O evento virtual “Padronização de procedimentos em gerenciamento de crises em ambiente controlado: Técnicas e Métodos de Abordagem em conflitos de segurança com o público” foi apresentado pelo coronel da Polícia Militar do RN, Jair Junior, que tem mais de 25 anos de serviços prestados à segurança pública e à sociedade potiguar.

Com foco na integridade de colaboradores, clientes, fornecedores e visitantes, a videoconferência teve duração de 1 hora e meia, e contou com interação dos participantes que fizeram perguntas e tiraram dúvidas com o palestrante.

A abertura foi feita pelo presidente da ASSURN, Mikelyson Góis, que ressaltou a importância de iniciativas como essa. “Vamos ter a satisfação de ouvir o coronel Jair, uma pessoa com vasta experiência que vai nos falar sobre os melhores procedimentos e melhores maneiras de condução dessas situações que convivemos rotineiramente no dia a dia no nosso trabalho nos supermercados”, explicou.

 

O coronel falou da necessidade de ficar atento à situação emocional do colaborador e alertou sobre o quão danosos podem ser os excessos praticados por alguém que não esteja preparado mentalmente para situações de conflito. “Tecnicamente falando, existe o próprio direito da pessoa se defender. Quando a agressão cessa contra você, não existe mais sentido você ficar investindo naquilo ali ou você vai cometer o excesso doloso”, esclareceu e continuou: “Esse preparo técnico, ele tem que repousar no sentido dele ser proporcional. Existem duas situações a serem observadas em qualquer circunstância: proporcionalidade e legalidade. O que é desproporcional se torna ilegal e o que é ilegal é desproporcional. Então a gente precisa treinar o nosso pessoal”, enfatizou.

De acordo com o palestrante, o funcionário precisa ter tranquilidade e sensibilidade logo no primeiro contato.  “Uma ocorrência começa com uma abordagem e é necessário tomar uma atitude adequada. Lidar com o público não é fácil. Você pode encontrar uma pessoa desequilibrada, uma pessoa alcoolizada. Então o nosso colaborador ele tem que estar preparado para encontrar no dia a dia as mais diversas situações”, declarou.

O presidente da ASSURN finalizou o webinar reforçando que a inteligência emocional é fundamental para evitar ou solucionar situações de conflito.  “Não adianta ter um arsenal em tecnologia porque quem vai agir na segurança são as pessoas. E elas têm que ter a capacidade de dialogar, de fazer a abordagem de maneira correta e tem que ter autocontrole”, concluiu Mikelyson Góis.