Para proteger clientes e colaboradores contra a covid-19, os supermercados investiram em equipamentos, serviços de desinfecção, sanitização, produtos para higienização e itens de proteção individual. Todas as ações buscam combater a propagação da doença e garantir segurança e tranquilidade para quem frequenta ou trabalha nas lojas. Para isso, o setor tem operado de acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

As medidas de prevenção estão logo na entrada. O controle de clientes é feito ainda na porta de cada loja, permitindo apenas uma pessoa por família e mantendo um número limite de pessoas dentro do supermercado. Também é observado se o consumidor está de máscara, caso contrário, o ingresso dentro do estabelecimento não é permitido e o cliente é orientado da importância do uso do item de prevenção. Na entrada e em outros pontos estratégicos é disponibilizado álcool em gel. Em algumas lojas, foram instaladas pias, além de toalhas descartáveis. Só após a higienização das mãos, o consumidor é autorizado a entrar no local.

Os colaboradores também são acompanhados de perto. No início da jornada de trabalho, é feita a aferição de temperatura corporal e checado se o funcionário apresenta algum sintoma do novo coronavírus. Caso exista a suspeita de contaminação, o colaborador é afastado das funções. Há supermercados que também adotaram a aferição de temperatura dos clientes.

As medidas de prevenção seguem por toda a loja. O chão é demarcado para que o cliente tenha uma melhor noção do distanciamento obrigatório (5m²). Todos os colaboradores usam EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e redobraram os cuidados com o manuseio de produtos e alimentos.

Os checkouts ganharam uma proteção em acrílico para evitar o contato direto entre o operador e o cliente. As maquininhas de cartão são embaladas em plástico e higienizadas a cada uso. Na fila de espera dos caixas, há marcações no piso com o distanciamento recomendado.

As lojas também passam por limpeza constante, assim como superfícies e áreas de toque frequente, como balcões, corrimãos, banheiros, cestas e carrinhos de compra. A higienização no supermercado é reforçada após o encerramento do expediente. Profissionais habilitados realizam a desinfecção e sanitização de todos os setores.

O sistema de som interno age de forma educativa anunciando sempre os cuidados necessários para evitar o contágio e a propagação da doença, além de falar da importância da prevenção, principalmente para as faixas de risco. Cartazes com as mesmas orientações e informações sobre decretos do executivo foram afixados nas lojas.

Alguns supermercados, visando ainda mais comodidade ao cliente, instaurou ou ampliou o serviço de delivery. O serviço teve grande adesão no estado.

Todas as medidas de prevenção adotadas são acompanhadas pela ASSURN, para que as lojas permitam um atendimento e ambiente de trabalho seguro. A associação ressalta que o abastecimento e a saúde dos clientes e colaboradores serão sempre prioridade.