Videoconferência abordou a sustentabilidade do setor após crise sanitária mundial e também apresentou um diagnóstico sobre o impacto da doença no varejo alimentar

Depois de suspender os eventos presenciais por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN) retomou sua rotina de palestras e workshops de uma maneira diferente: em ambiente totalmente virtual. A volta dos eventos aconteceu na tarde desta quinta-feira (30) com a palestra “O futuro dos supermercados pós-pandemia do coronavírus”.

A webinar contou com apresentação dos especialistas em gestão de varejo, Alexandre Ribeiro e Gustavo Fleubert, da conceituada empresa R-Dias, que atua há mais de 25 anos ofertando serviços de análises e consultoria no seguimento. Participaram da palestra supermercadistas de todo o estado, que interagiram com questionamentos e exemplos do dia a dia de suas lojas no contexto econômico de cada região.

Com o objetivo de levar ainda mais informação aos associados nesse momento de incerteza econômica causada pela crise sanitária, a videoconferência abordou diversos assuntos para contextualizar a atual situação que o varejo enfrenta e também algumas medidas e escolhas que podem ser seguidas para atenuar o impacto da crise nas empresas.

Durante a webinar, os especialistas apresentaram dados que mostraram como os supermercados foram afetados durante o período de isolamento social e como o comportamento do consumidor mudou. “Há dois movimentos que impactam no varejo alimentar. No primeiro movimento, houve um pico de vendas causado pelo medo de desabastecimento. Logo depois desse pico, as famílias estocaram e reduziram o consumo. Só que ele não voltou aos patamares anteriores, ele deu uma estacionada num patamar um pouco mais alto. E esse patamar, ele se mantém justamente em função da quarentena. As pessoas pararam de se alimentar em restaurantes e passaram a se alimentar em casa. Então, isso tem provocado uma manutenção de um patamar um pouco mais alto do que o anterior”, explicou o sócio-fundador da R-Dias, Alexandre Ribeiro.

Mas de acordo com o palestrante, o fim da quarentena irá mudar esse cenário, já que o desemprego será mais latente na sociedade, comprometendo o poder de compra do consumidor somando a mudança de hábito. “Já estamos percebendo o desemprego, mas ele tende a dar uma acelerada. Aí é que entra o problema do nosso próximo Natal. Ele tende a ser menor do que o ano passado, um crescimento negativo”, ressaltou.

Os especialistas também apresentaram dados do perfil de vendas que destacam a mudança de comportamento do cliente durante a quarentena. Na China, por exemplo, se pôde verificar um aumento no consumo de produtos de higiene e limpeza, itens para cozinhar, guloseimas, e produtos duradouros como chás. No momento pós-pandemia, os itens de higiene e limpeza devem permanecer em crescimento permanente, enquanto os outros voltarão ao patamar anterior ou terão redução de venda. Na Espanha, alimentos que compõem lanches e comidas rápidas foram os que mais cresceram. No Brasil, os produtos que tiveram aumento nas vendas foram os de limpeza, açúcar, itens de cuidados com o corpo, vinhos e temperos. Os que apresentaram queda foram refrigerantes, cerveja, legumes, cuidados com o rosto, flores e plantas, e pratos prontos.

A palestra ainda tratou sobre ações que as empresas podem adotar para diminuir os impactos da pandemia, como os desafios para o comercial, que inclui a compreensão dos novos padrões de consumo e precificação estratégica; o corte de despesas, se atentando ao ganho de produtividade da equipe e tendo o cuidado para não reduzir o nível de serviço; gestão de caixa integrada com o comercial; otimização de estoques com redução; redução da necessidade de capital de giro e a busca por novas linhas de crédito. O palestrante ainda ressaltou a importância de analisar as oportunidades de um novo cenário, com a integração do online com o offline, fortalecimento da reputação da empresa, excelência em pricing e gerenciamento de categorias.

Por fim, os especialistas convidaram todos a entrarem no site da R-Dias, que possui vários assuntos relacionados à gestão do varejo durante a pandemia do coronavírus. Para conferir todo o conteúdo, basta acessar o endereço: www.varejoemacao.com.br.

Após esse evento, outras palestras virtuais já estão sendo programadas pela ASSURN para os próximos dias. O novo calendário com os temas e datas será divulgado em breve.