Evento foi promovido pela ASSURN e contou com a presença dos postulantes ao cargo de Governador do RN Carlos Eduardo e Fátima Bezerra

 

 

A Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN) realizou na quinta-feira (09) o evento “Encontro entre Supermercadistas e candidato ao Governo do RN”, no Executive Park, em Natal. Estiveram presentes o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) e a senadora Fátima Bezerra (PT). O objetivo foi conhecer um pouco mais sobre os planos de governo dos candidatos, principalmente nas áreas de segurança e economia.

O presidente da ASSURN, Luiz Antônio de Moura, abriu o evento às 9h e falou sobre as principais dificuldades que o setor enfrenta para desenvolver a atividade no estado, e também ressaltou a relevância dos supermercados na economia do Rio Grande do Norte.  “O setor de supermercado gera em torno de 100 mil empregos diretos, talvez hoje o maior empregador do Estado. Além disso, os supermercados representam 70% da arrecadação do ICMS de todo o varejo potiguar”, explicou.

O presidente também falou sobre a importância dos empresários de se posicionarem para tentar facilitar a atividade do setor na economia. “A diretoria entende que pode se omitir, e continuar reclamando da vida ou pode realmente tentar mudar as coisas. A ASSURN vai participar e ajudar naquilo que for necessário e o que for da sua competência”, declarou.

Em seguida, o diretor da Contauditoria – Assessoria Empresarial, André Adolfo, apresentou ao público um estudo encomendado pela associação que mostra as principais dificuldades do setor para desenvolver a atividade no estado, além de pontuar possíveis soluções. O relatório serviu como base para elaborar um documento que foi entregue aos candidatos.

 

Foto: Instagram Carlos Eduardo

 

A primeira apresentação do dia foi do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves. O político falou sobre as ações voltadas ao incentivo do desenvolvimento, que deverão ser retomadas em seu governo, se eleito, a partir da criação de uma Agência de Parceria Público-Privada (PPP) a fim de atrair investimentos e obras no Estado.  “Vamos arrumar a casa, voltar a crescer e criar empregos.  Com a criação da Agência Público-Privada, não terá nenhum cargo novo, comissionado ou função gratificada”, explicou.

Carlos Eduardo ainda esclareceu que o objetivo da Agência será também de reter e trazer novos investidores para o Rio Grande do Norte: “Vamos nos reunir mensalmente com a classe empresarial, para que a gente possa discutir soluções e pendências”.

O candidato também ressaltou a necessidade de buscar o equilíbrio fiscal do Estado. Segundo ele, atualmente o governo tem uma despesa muito maior que a receita. “O resultado mais cruel dessa crise é o atraso dos salários do funcionalismo e um estado sem um centavo para investimentos”, acrescentou.

Outro ponto abordado pelo ex-prefeito foi a questão de melhorar a arrecadação, inclusive, combatendo a sonegação fiscal, mas nunca aumentando a carga tributária que já é excessiva. Já dobre a segurança pública, ele falou que o estado precisa recuperar a capacidade de investimento ser mais eficiente a atuação nessa área, solicitando inclusive a ajuda do governo federal.

Foto: Instagram Fátima Bezerra

 

A apresentação da senadora Fátima Bezerra teve início às 14h30. A candidata iniciou falando que atuará para aumentar a arrecadação do Rio Grande do Norte para tirar o estado da crise fiscal. Aperfeiçoar os instrumentos de combate à sonegação e tentar resgatar a dívida ativa que hoje é de R$ 7 bilhões, mas apenas 0,25% desses tributos são recuperados, um total correspondente a R$ 25 milhões. A candidata explicou que a medida não vai resolver a situação fiscal, mas já irá representar uma ajuda e que a taxa de recuperação pode atingir até 3%.  “É verdade que 90% dela foi embora, é moeda podre, mas tem uma parte que é recuperável”.

Fátima também disse que desde abril sua equipe está debruçada em seu programa de governo para tomar providências para resolver a situação fiscal do estado, a qual ela considerou gravíssima. Além disso, a senadora explicou a medida que pretende adotar com o aperfeiçoamento do Proadi (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial) e sua ampliação para financiar micro, pequenas e médias empresas.

A candidata esclareceu também que as ações que irá utilizar para aprimorar a máquina arrecadadora não irá causar aumento de impostos. “Fiquem tranquilos, não vou aumentar impostos de maneira nenhuma, antes que comece qualquer boato, quero deixar muito claro, que não vamos aumentar impostos. Eu me sinto à vontade para dizer isso, porque o empresário que dá conta de sua responsabilidade e paga em dia os seus tributos, esse empresário fica muito revoltado quando vê determinados procedimentos que o governo não deveria ter de maneira nenhuma”, disse.

Em relação à segurança pública, Fátima Bezerra destacou a necessidade de ampliar o policiamento, mas também tem de haver investimento na investigação, na inteligência, bem como pressionar o governo federal para que regulamente o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Ao final das apresentações, o presidente da associação, Luiz Antônio de Moura, agradeceu a participação dos candidatos e ressaltou a importância da proximidade entre o empresariado e os candidatos. Na oportunidade, também foi entregue o relatório com as reivindicações do setor supermercadista.

O governador Robinson Faria também foi convidado a participar do encontro, mas por questão de conflito de agenda, não pode comparecer.