Campanha solidária do Governo do RN distribuiu 108 toneladas de alimentos

Além da doação de alimentos recolhidos nos supermercados associados à Assurn, o Governo do RN está aplicando na Campanha R$ 1,87 milhão para aquisição de 35 mil cestas básicas.

Por Redação em 5/3/2021, 6:00:04 PM

Nos primeiros 14 dias da campanha solidária RN Chega Junto no Combate à Fome, o Governo do RN distribuiu 108 toneladas de alimentos a 10.305 famílias vulneráveis ou sem renda em virtude da pandemia do coronavírus.

A campanha governamental tem parceria da Associação dos Supermercados do RN (Assurn), que em 2020 já tinha coletado 100 toneladas de alimentos em doações da sociedade, e foi renovado no último dia 15 de abril.

Para Íris Oliveira, titular da Sethas, órgão do Governo que promove ações de assistência alimentar aos potiguares, a parceria com a sociedade civil é importante para dar efetividade, volume e agilidade ao programa.

“A pandemia aumentou a necessidade das famílias e ampliou o número dos vulneráveis porque cresceu também o desemprego, por isso o Governo está aplicando recursos para suprir alimentos aos que precisam”, explica a secretária.

Nesses primeiros dias do programa, 85 entidades receberam os donativos comprados diretamente pelo Governo. Nessa etapa a distribuição ocorreu em 15 municípios, com maior concentração na cidade de Natal, que teve 54 instituições atendidas.

Dauchem Viana, da Defesa Civil do Governo, adianta que “nas próximas semanas as equipes concentrarão as entregas no interior do Estado, e vamos chegar a todas regiões”.

Participação do Governo e da Assurn no Programa

Além da doação de alimentos que serão recolhidos nos supermercados associados à Assurn, assim como a busca de contribuição de empresas, sindicatos, associações e instituições em geral, o Governo do RN está aplicando na Campanha R$ 1,87 milhão para aquisição de 35 mil cestas básicas. A ASSURN doará mais 2 mil cestas básicas. Assim, as promotoras da campanha já garantirão alimentação a 37 mil famílias potiguares.

A cesta básica adquirida pelo Governo do RN tem 10,5 kg, composta de 2 kg de feijão carioca, 2 kg de arroz parbolizado, 4 unidades de flocos de milho (500 gramas), 4 unidades de macarrão espaguete (500 gramas), 4 unidades de sardinhas em lata (125 gramas), 1kg de sal e 1 kg de açúcar.

Serão beneficiados trabalhadores sem renda em virtude da pandemia, como autônomos, barraqueiros, carroceiros, profissionais do circo e turismo, além de pessoas vulneráveis das juventudes, comunidades LGBTQI+, quilombolas, população de rua, comunidades tradicionais, pessoas com deficiência, entre outros.

Transparência e canal para recepcionar denúncia

Para dar maior transparência e prestar contas à sociedade dos donativos adquiridos ou recebidos em doação da sociedade, o Governo do RN lançou quinta-feira (29), no seu Portal da Transparência, o módulo RN Chega Junto no Combate à Fome.

O cidadão pode conhecer o Programa e também os seus beneficiários no site transparencia.rn.gov.br. O controlador geral do Estado e gestor do Portal Pedro Lopes explica “que evidenciaremos separadamente as doações oriundas de recursos do orçamento do Governo e aquelas coletadas da sociedade; inovaremos também com a inserção de registros fotográficos das entregas a entidades beneficiárias e a disponibilização de um canal de comunicação com a sociedade”.

A disponibilização de canais de comunicação/ouvidoria é outra novidade do Programa e será usado para receber demandas, reclamações, denúncias e sugestões da sociedade.

As requisições, reclamações e sugestões devem ser feitas através do e-mail [email protected] Já as denúncias, a serem apuradas pela Controladoria Geral do Estado, deverão ocorrer pelo Disk Denúncia – 181, pelo whatsApp (84) 98146-5124, assim como registro na Rede de Ouvidoria do Governo - https://falabr.cgu.gov.br/publico/Manifestacao/SelecionarTipoManifestacao.aspx?ReturnUrl=%2f

Fonte: ASSECOM/RN