Entre os temas abordados estiveram a limitação da entrada de pessoas por família nas lojas e horário de funcionamento das galerias localizadas dentro dos supermercados

 

A Diretoria da ASSURN e supermercadistas associados participaram na tarde de hoje (24) de uma reunião, por videoconferência, com o prefeito de Natal, Álvaro Dias, e com a vereadora da capital, Nina Souza, para discutir a flexibilização de medidas e serviços nos supermercados. Dois pleitos estiveram na pauta do encontro virtual. O primeiro tratou da medida que restringe a entrada de apenas um integrante por família nas lojas, o segundo foi sobre a alteração do horário de funcionamento das galerias que estão localizadas dentro dos supermercados.

Ao abrir a reunião, o presidente da ASSURN, Nelson Leiros, agradeceu aos quase 50 participantes da videoconferência e também às autoridades presentes. “Quero agradecer em nome da ASSURN ao prefeito por estar nos recebendo, onde nós iremos relatar alguns assuntos, alguns problemas que vêm acontecendo em nossas lojas que certamente o prefeito poderá nos ajudar. Agradeço ainda a vereadora Nina que desde sempre tem sido nossa parceira e que foi ela inclusive que provocou esta reunião” disse.

Para contextualizar e embasar o primeiro tema da pauta, alguns supermercadistas relataram situações vividas nos estabelecimentos que inviabilizam o cumprimento integral do decreto de proibir a entrada de mais de uma pessoa por família nas lojas. Em algumas situações, colaboradores passaram por desacato e até ameaças de consumidores. Outros contaram que alguns clientes usam de artimanhas para burlar a regra.

Os casos foram ouvidos com atenção pelo prefeito, pelo secretário de Saúde do município, George Antunes, e pelo chefe do Gabinete Civil, Fernando Fernandes, que também participaram da reunião.

“Na minha avaliação, se a gente tá mantendo dentro do estabelecimento o número máximo de pessoas permitidas pelo decreto, se as pessoas estão usando máscaras, se tá havendo distanciamento social, se tá havendo fiscalização rigorosa, eu acho que podia permitir que mais de uma pessoa da mesma família entrasse no estabelecimento”, analisou o prefeito, que enfatizou: “não vejo problema que isso venha a acontecer desde que essas outras normas sejam rigorosamente cumpridas”.

O titular da pasta da saúde, George Antunes concordou. “Eu acredito que com este controle que está tendo aqui em Natal já há a possibilidade sim dessa flexibilização. Lembrando sempre de seguir as regrinhas de prevenção”, reforçou.

O outro tema abordado pela associação diz respeito ao funcionamento das galerias que estão localizadas dentro dos supermercados. Atualmente, essas lojas são autorizadas a abrir das 9h às 17h. O pedido feito pelos lojistas e repassado durante a reunião é que o funcionamento passe a ser de acordo com o horário dos shoppings da capital, que é das 11h às 21h. O chefe do Gabinete Civil, Fernando Fernandes, disse não haver problema em alterar o horário, já que era um pedido feito diretamente pelos lojistas.

A vereadora de Natal, Nina Souza, que intermediou a reunião falou sobre a importância de ouvir a demanda dos setores produtivos. “O nosso pensamento que é sempre colocado nas reuniões com o prefeito e vereadores é termos esse olhar diferenciado para a classe empresarial por entendermos que o grande problema do país é justamente é a falta de emprego. Então se você tem uma categoria que está ali a todo tempo pronta pra colaborar com a sociedade, não se pode dar as costas pra essas categorias”, declarou.